13/07/2014
 
JESUS VEIO PARA DESTRUIR AS OBRAS DO DIABO!
(1 João 3.7-10)

 

 

           

Vivemos dias de grandes desafios, tanto na vida pessoal e familiar como na ministerial, eclesial, financeira etc. São muitas e grandes as vitórias e conquistas, mas as guerras também não são poucas nem pequenas. O tempo dos guerreiros aprovados é chegado em muitos arraiais e no nosso também. Porque guerreiros despreparados, além de inviabilizarem conquistas pessoais e coletivas, fragilizam a tropa como um todo.

 

Não basta conhecer a Verdade, nem os meandros das guerras – é preciso viver os princípios da Verdade e encarar as guerras da forma correta. Para sair-se bem na caminhada, a Igreja de Jesus precisa tomar a rota dos princípios bíblicos e viver a Verdade expressa na Palavra de Deus a seu respeito. A Palavra de Deus nos afirma, em Efésios 6.12, que a nossa guerra não é contra sangue e carne, mas contra Satanás e as suas hostes da maldade, nas regiões celestiais. Resumindo, gente nunca é adversário da gente, o diabo sim.

 

SATANÁS: O ADVERSÁRIO E O OBREIRO DA MALDADE!

Sua base de operações é a mentira; o Senhor o chama de o pai da mentira (Jo 8.44). Sua maneira de operar é pela acusação falsa, calúnia, difamação, usando tanto os seus adeptos, como os desavisados e os inocentes úteis em suas mãos. Em Apocalipse 12.10 é chamado de acusador dos nossos irmãos. É especialista nos comentários maliciosos, visando prioritariamente o povo de Deus e, em especial, as lideranças evangélicas, com vistas a imputar manchas no carater, na história e na unção dos ungidos de Deus.

 

Seu propósito é tentar o homem para pecar; por isso é chamado de tentador (Mt 4.3). Levando o homem a pecar, ele viabiliza pelo menos duas coisas: afasta o homem de Deus e adquire legalidade para operar na vida do pecador as suas principais obras. Jesus o chama de ladrão e diz ele veio para roubar, matar e destruir a obra prima da criação de Deus, que é o próprio homem (Jo 10.10).

 

QUANDO É QUE O DIABO CONSEGUE REALIZAR AS SUAS OBRAS?

Quando ele encontra na vida do homem uma porta aberta para entrar e roubar, matar e destruir. Como vimos, a porta que se abre na vida de uma pessoa para o acesso de Satanás é o pecado. Por isso ele tenta o homem, para levá-lo ao pecado e, assim, viabilizar seus intentos.

 

Essa história é antiga e começou no Jardim do Éden, quando pela sua influência, Adão e Eva desobedeceram a Deus (pecaram contra Deus) e deram a ele acesso, não só em suas vidas, como também em todo o planeta. Ao pecarem contra Deus, Adão e Eva não só perderam a vida eterna e a presença de Deus, como também se sujeitaram ao governo de Satanás, o tentador e mentor do pecado, e a ele entregaram a autoridade recebida por Deus para governarem a Terra. Por ceder à tentação e pecar, o homem perdeu a vida eterna, deixou de se submeter ao governo de Deus, submeteu-se ao governo de Satanás, perdeu a sua autoridade e a entregou a ele.

 

Desde então, o governo passou às mãos de Satanás, que legalmente pode roubar, matar e destruir o homem e tudo o que lhe diz respeito. Assim, o homem, que foi estabelecido por Deus para ser um príncipe de Deus na Terra, entregou sua autoridade ao diabo, que se tornou o príncipe desse mundo (Jo 14.30).

 

COMO O DIABO REALIZA AS SUAS OBRAS?

Vimos que as obras desse ladrão são roubar, matar e destruir, valendo-se da brecha do pecado para operar. Também sabemos que ele acusa, calunia, difama e tenta a humanidade de várias maneiras, com vistas a alcançar vantagem e realizar seus propósitos. Em linhas gerais ele rouba a fé, mata a esperança e o sonho e destrói a vida da pessoa e o seu relacionamento com Deus. Quando consegue roubar a fé, ele inicia sua obra e facilmente completará o seu ciclo maligno de destruição.

 

A base da vida cristã é a fé (no Senhor, na Sua Palavra e na Sua obra redentiva). Por isso, o primeiro passo dele é roubar essa fé, o que ele consegue quando a pessoa cede às suas setas da mentira, falsa acusação, calúnia, argumentos, difamação, ferida emocional, traumas, rejeição, desprezo etc. Por meio desses ardis, ele aflige e tenta a pessoa, induzindo-a a questionar a fé e a integridade de Deus e da Sua Palavra.

 

Quando alguém duvida dos atributos de Deus (santidade, justiça, imutabilidade, pureza, fidelidade, integridade etc), já foi roubado da fé e o diabo ganhou a primeira e mais importante base do cristianismo, que é a fé. A Palavra diz em Romanos 1.17 que o justo viverá por fé, isto é, o cristão vive por fé! Se não houver resistência a ele no quesito da fé, será uma questão de tempo para a pessoa perder a esperança, ter os sonhos mortos e a vida destruída.

 

Ele sempre age através da tentação ou indução ao pecado, levando a pessoa a questionar o carater de Deus e a relativizar a Sua Palavra. Depois, através da acusação, calúnia, argumentos, difamação, rejeição e todos os traumas e feridas emocionais ele mata a esperança e os sonhos, inviabilizando a pessoa e destruindo sua vida e seus relacionamentos, principalmente com Deus. É uma grande catástrofe o homem estar debaixo do governo do maligno, porque sua mente se torna escrava da mente dele, não só destruindo a pessoa, como fazendo-a, muitas vezes, instrumento dele para propagar a destruição em vários níveis.

 

A GRANDE VERDADE É QUE O DIABO PERDEU!

Até Jesus se manifestar, Satanás teve livre trânsito no planeta para operar suas maldades na vida do ser humano. Porém, quando o Senhor Jesus entregou a Sua vida por nós, derramando o Seu sangue inocente lá na cruz do Calvário, o diabo foi definitivamente vencido, eternamente derrotado.

 

O primeiro homem (Adão) foi vencido pelo pecado, perdeu a vida eterna, afastou-se de Deus, entregou sua autoridade ao diabo e viabilizou seu governo maligno no planeta, promovendo roubo, morte e destruição. Mas Jesus (o Segundo Homem) veio para vencer o pecado, a morte e o diabo, inaugurar o caminho para a vida eterna, retomar a autoridade perdida, implantar o Reino de Deus, devolver a autoridade ao homem, libertar os cativos, curar os enfermos, abrir os nossos olhos e trazer vida em abundância para o homem.

 

Sim, Jesus veio para derrotar o diabo e destruir todas as obras dele! Foi essa a vitória que Jesus conquistou e colocou como crédito para todos os que O receberem como Senhor e Salvador de suas vidas. Aleluia! Ela não virá um dia, lá no futuro, mas já é realidade desde que o Senhor Jesus a conquistou. É nossa e pronto!

 

Por causa da obra da redenção é assim que Deus nos vê: como vencedores sobre o pecado, a morte e o diabo e todas as suas obras! Nada mais Deus fará para a nossa vitória sobre o diabo, a morte, o pecado e o inferno; na cruz Ele já fez tudo!

 

O fato é que todo o reino espiritual sabe disso, o universo inteiro presenciou isso, mas parece que alguns dos cristãos não sabem ou duvidam disso. Por isso, muitos ainda sofrem os reflexos das obras do diabo em suas vidas. Nenhum cristão precisa mais sofrer roubo, morte e destruição malignas, bem como não precisa mais se tornar escravo do pecado nem de Satanás, porque o nosso Senhor já nos deu a vitória, desde a Sua obra na cruz!

 

Creia nisso; viva isso e proclame isso, bem alto, todas as vezes que o diabo tentar arrancar você da sua posição de vencedor em Cristo! Em 1 Jo 5.18 aprendemos “que todo aquele que é nascido de Deus não vive em pecado”; porque Jesus, “Aquele que  nasceu de Deus o guarda, e o Maligno não lhe toca”. Não tenha medo quando o diabo vier tentar ou afligir você.

 

Faça como em 1 Pedro 5.8: seja sóbrio e vigilante, porque não se pode negligenciar com ele. Ande em santidade, na presença do Senhor e em obediência à Sua Palavra. Lembre-se que o Senhor já fez tudo o que deveria ser feito para derrotar o diabo e destruir as obras dele. Entregou a Sua vitória a nós, isto é, nos deu vida abundante, nos fez vencedores com Ele e nos deu autoridade sobre o diabo. A questão do diabo agora é conosco, a Igreja de Jesus.

 

Então, agora mesmo, vista-se da armadura do guerreiro espiritual de Efésios 6. 13-19. Tome posse da sua identidade e autoridade em Cristo e, em nome de Jesus, mande ir embora o diabo e todas as suas obras (doenças, opressão, maldições etc).

 

No amor do Senhor da Colheita Ampliada.

 

Aps Aurelio Jesus Santos e Susana M. B. Santos.

 

 

PERGUNTAS PARA A REFLEXÃO CELULAR:

  • O diabo tem conseguido vantagens em sua vida, casamento, família etc?

  • Existe alguma porta aberta em sua vida? Qual?

  • O que você efetivamente fará, a partir de agora, para que o inimigo não tenha mais vantagens sobre sua vida?

Todos os direitos reservados a Igreja Missionária Manancial

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • MANANCIAL
  • MANANCIAL

Desenvolvido por PLENA PRODUÇÕES