LEVANTAR OS OLHOS E ATENTAR PARA OS INIMIGOS!

(Jr 13.20)

 

Essa conversa entre o Senhor e Jeremias ocorre em Judá, o reino do sul, cujo rei é Jeoaquim ou Eliaquim, filho de Josias. A palavra profética surge no contexto da invasão de Judá por Nabucodonosor, rei de Babilônia. É uma palavra de confronto e exortação, alertando o rei e todo o reino de Judá sobre o perigo de sustentarem um coração cheio de dureza e soberba, que rejeita a Palavra do Senhor.

Ainda hoje, muitos vivem assim, com o coração endurecido pela soberba e a vaidade, fechado para os ensinos do Senhor, correndo riscos desnecessários, como o povo de Judá naquela época. Trazendo para o nosso contexto hoje, vamos refletir sobre nossa situação a partir de duas perguntas:

1- O que poderia nos fazer abaixar os olhos?

2- Quem são os inimigos que vêm do norte e por que devemos atentar para eles?

 

O QUE PODERIA NOS FAZER ABAIXAR OS OLHOS?

Se o texto nos manda levantar os olhos é porque de alguma forma eles abaixaram, isto é: mudaram de foco. Quando nossos olhos estão dirigidos para o alto, para o Senhor e Suas coisas, então temos condição de ver tudo o que precisa ser visto, inclusive o que está na linha de baixo. Em resumo, tudo aquilo que nos leva a perder de vista o Senhor, o Seu Reino e os Seus propósitos, com certeza nos fazem abaixar os olhos. Dentre muitas coisas que podem mudar o nosso foco do alto para baixo, temos:

 

a- OS SUCESSOS

Dependendo da pessoa, às vezes, certas conquistas podem levá-la ao excesso de confiança, autossuficiência, sensação de intocabilidade, soberba, louvor pessoal etc. Nessas condições, o nivel de vigilância espiritual tende a diminuir e até se extinguir, diminuindo o grau de dependência no Senhor, o que pode levar a pessoa a tirar o foco em Deus e colocar na sua “grande” vitória. É o que geralmente acontece quando há a embriaguez pela vitória, surgindo a síndrome do “já ganhou!”

           

b- OS FRACASSOS

Assim como algumas vitórias podem gerar excesso de confiança e animação, os fracassos podem gerar desânimo, desistência. A questão aqui não é tanto o fracasso ou o sucesso, mas o sentimento de ser um fracassado. Em geral, fracassos nesse nivel, estão associados à impotência, inferioridade, baixa-estima, feridas emocionais. Nessas condições, a pessoa geralmente perde o foco no Senhor e nos Seus propósitos, voltando os seus olhos para a situação em que está vivendo, emaranhando-se cada vez mais no seu plano humano de impossibilidades. Há um certo esfriamento na fé e na esperança, o que leva a algum nivel de endurecimento e surdez espiritual.

 

c- AS PRESSÕES

Toda pressão gera algum nivel de estresse em alguma área. Quando o estresse surge, a pessoa é levada a se posicionar, agindo de alguma maneira. Dependendo da pessoa que é pressionada e da resposta que esta pessoa der a ele, o estresse provocado poderá ser benéfico ou maléfico. A mudança de foco não depende tanto da pressão e do estresse, mas da maneira como nos comportamos nestes momentos. Muitos conseguem permanecer focados em Deus, outros não e desviam seus olhos do Senhor para as circunstâncias.

Várias disfunções de alma, como perfeccionismo e feridas emocionais, podem comprometer as respostas às pressões e ao estresse, provocando desgastes emocionais, aflições várias, desvios de prioridades etc, que tiram nosso foco do Senhor para nosso contexto. Às vezes, as altas exigências que nos impomos, ou nos impõem, podem funcionar como pressões negativas, levando ao estresse e consequente mudança de foco. Também as chamadas “demoras” de Deus em nos responder podem nos fazer abaixar os olhos, perder de vista o Senhor e os Seus propósitos e nos fixar nas circunstâncias.

 

QUEM SÃO OS INIMIGOS QUE VÊM DO NORTE? POR QUE PRECISAMOS FICAR ATENTOS?

Precisamos ficar atentos a esses inimigos porque seus efeitos em nossas vidas são terríveis. Estando debaixo desses inimigos a pessoa tende a pelo menos 4 coisas: Eles agem sempre com pelo menos 4 objetivos:

a) perdermos o foco no Senhor,

b) nos desviarmos dos propósitos de Deus para nós,

c) negociarmos os territórios já conquistados e

d) nos inviabilizarmos como homem ou mulher de Deus.

Eles são vários, podendo ser tanto espirituais como carnais, isto é: inerentes ao carater, existentes dentro da pessoa, na sua alma, ligados às suas debilidades e paradigmas. Na prática, independentemente de suas naturezas (espirituais ou desvios do carater), eles acabam se associando numa parceria infernal para afligir a pessoa. De forma sucinta, vejamos alguns desses inimigos, nomeando-os a partir de suas ações ou pretensões:

            - DIVISÃO                  rouba a UNIDADE,

            - SOBERBA                rouba a UNÇÃO,

            - DUREZA                  rouba a COMUNHÃO COM DEUS,

- MUNDANISMO       rouba a SANTIDADE,

            - MAMON                  rouba a FIDELIDADE,

            - REBELIÃO               rouba a AUTORIDADE,

            - RELIGIOSIDADE    rouba o TEMOR DO SENHOR,

            - SENSUALIDADE     rouba a PUREZA,

            - ISOLAMENTO         rouba a COMUNHÃO COM O CORPO.

 

10 DICAS PARA NOSSA VITÓRIA

1- Voltar-se integralmente para o Senhor.

2- Manter os olhos fixos no Senhor.

3- Buscar uma vida santa na presença de Deus, vivendo em obediência à Sua Palavra.

4- Encher-se do Espírito Santo.

5- Habituar-se a confessar e repudiar todo e qualquer pecado.

6- Não abrir mão do tempo com o Senhor, através da meditação na Palavra, oração, jejum.

7- Perseverar na comunhão com a Igreja, participando das celebrações, das células, das Redes.

8- Andar em unidade na Igreja, submetendo-se em amor aos líderes.

9- Praticar o perdão e a misericórdia, buscando uma convivência harmoniosa com os irmãos.

10- Viver no mundo, mas não pertencer a ele.

 

            No amor do Senhor da reforma.

 

                                               Aps Aurelio Jesus Santos e Susana M. B. Santos.

 

PERGUNTAS PARA A REFLEXÃO CELULAR:

1- Há algo que tem feito seus olhos abaixarem? Que consequências isso traz para sua vida?

2- Que tipo de inimigo tem rondado sua vida com vistas a paralisar você? Que valores foram roubados ou estão na iminência de sê-lo?

3- Quais atitudes você precisa adotar a partir de agora com vistas a defender-se?

Todos os direitos reservados a Igreja Missionária Manancial

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • MANANCIAL
  • MANANCIAL

Desenvolvido por PLENA PRODUÇÕES