DESPERTA E LEVANTA PARA UM NOVO TEMPO!

(Efésios 5.3-21)

 

            O texto de Ef 5.3-21 é uma exortação para manifestarmos o fruto da luz e não as obras das trevas. Isto é um chamado à Unidade e à Maturidade. A maturidade de um discípulo está diretamente ligada à sua vida espiritual e se testifica pelo tipo de fruto que ele manifesta em sua vida. Infelizmente, muitos permanecem frutificando nas trevas, isto é: manifestando em suas vidas o fruto da desobediência, do pecado. O Senhor diz que estão adormecidos espiritualmente, caídos entre os mortos espirituais.

 

SINAL DE GRANDE PERIGO: CRISTÃOS ADORMECIDOS ESPIRITUALMENTE!

            Em Cristo o nosso espírito foi regenerado, manifestando a nova vida espiritual. O Pai espera que, pela vida de Cristo em nós, permaneçamos em estado de alerta espiritual constante, discernindo e separando o santo do profano. Esta é uma obra espiritual e depende da ação da Palavra de Deus e do Espírito Santo em nós. Quando a comunhão com a Palavra e com o Espírito Santo é quebrada, seja lá por qual motivo for, entramos em letargia ou sonolência espiritual, saímos do estado de alerta, da presença da luz e, naturalmente, nos aproximamos das trevas.

            Eis a razão porque cristãos, mesmo sem perceber, se tornam participantes das obras dos filhos da desobediência. A sonolência espiritual, os mantém afastados da luz e os leva para o local dos mortos. Geralmente o pecado e os argumentos contrários à vontade e aos projetos de Deus promovem o adormecimento espiritual, fecham os olhos espirituais e os aproximam dos filhos das trevas e de suas obras reprováveis.

            Sempre que um cristão entra em adormecimento espiritual, entra também em insensatez, esterilidade e escassez. Por não compreender a vontade do Senhor para sua vida, via regra, busca satisfação pessoal, enchendo-se dos prazeres mundanos e carnais, ao invés de encher-se do Espírito Santo. Por isso, não consegue mostrar coração agradecido, não louva, não adora, não manifesta uma linguagem espiritualmente sadia e, também, não consegue se sujeitar aos outros no temor de Cristo.

            A vida de um cristão assim é uma coleção de frustrações, derrotas e fracassos. Está constantemente frustrado com Deus,  com a Igreja, com os líderes, com os projetos de Deus. É alguém sem sonhos de conquista, porque o adormecimento espiritual rouba a capacidade de sonhar os sonhos de Deus para a vida pessoal, familiar, ministerial etc. Entra em desânimo, crítica negativa e murmuração, o que atrai a presença dos espíritos de desistência, falência, esterilidade e morte.

 

“DESPERTA, Ó TU QUE DORMES, LEVANTA-TE DE ENTRE OS MORTOS, E CRISTO TE ILUMINARÁ”.

            O Senhor é muito claro e neste texto vemos algumas orientações para uma vida vitoriosa. Precisamos entender o que significam as duas ordens (desperta e levanta-te) e o dormir entre os mortos.

 

1) AS DUAS ORDENS DIVINAS: DESPERTA E LEVANTA-TE.

 

a- DESPERTA:

            Despertar é acordar, abrir os olhos, ficar atento, manter-se em estado de alerta. Muitos estão cochilando, tornando-se vulneráveis às influências das trevas. Despertar é deixar de dormir, é uma ação específica que requer esforço, porque muitas vezes nós despertamos quando ainda gostaríamos de continuar dormindo.

            Essa é uma luta pessoal que precisamos travar não só para despertarmos, mas também para nos mantermos acordados, vigilantes. Quanto mais visitados pelo sono, mais esforço e determinação será preciso para a vigília. Há momentos em que parecerá difícil nos mantermos acordados espiritualmente, mas é necessário tomarmos a decisão de sairmos do local do sono e para lá não retornarmos. Sair do adormecimento espiritual é sinal claro de maturidade espiritual e requisito para unidade.

 

b- LEVANTA-TE:

            Significa posicionar-se de pé, agir, não ficar indefeso, desguarnecido ou vulnerável, tomar posição diante de algo ou alguém. O cristão precisa levantar-se, tomar posições claras e definidas quanto às obras das trevas e aos filhos da desobediência. O Senhor diz que não devemos ser cúmplices deles, nem participantes de suas obras infrutíferas. Há toda uma operação das trevas para nos manter prostrados no sono espiritual, mas hoje o Senhor nos desafia a levantarmos e assumirmos nossa posição de sensatez em Cristo Jesus.

 

2) DORMIR ENTRE OS MORTOS:

            Significa permanecer espiritualmente dormindo no meio de coisas ou pessoas mortas. Muitos ficam na letargia espiritual à espera de que alguma coisa boa aconteça, mas não se atentam para o comando do Senhor: levantar do meio dos mortos, para que Cristo possa nos iluminar. Não é que Cristo não tenha poder para agir; mas se o cristão não decidir sair do meio das coisas mortas e da morte, Cristo nada poderá fazer contra a vontade daquela pessoa. Ser iluminado por Cristo é uma decisão pessoal e madura! Para não dormir entre os mortos, o cristão precisa deixar de ser influenciado ou se desvincular de pelo menos quatro tipos de mortos:

 

a- DAS PESSOAS ESPIRITUALMENTE MORTAS:

            É preciso não nos deixarmos influenciar pelos que estão mortos espiritualmente (dentro ou fora da Igreja). Se o cristão entra em adormecimento espiritual, sua preferência será pela morte e pelos mortos. O pecado, o mundo, a carne e o maligno passam a exercer influência significativa na vida dos que dormem entre os mortos, atraindo-os para o vale da morte. Muitas vezes o cristão está num sono espiritual tão profundo, que não atenta para o tipo de pessoas com quem está se envolvendo. Não só deixa de reprovar as suas obras mortas, como também se identifica com elas e tem afinidade com seus discursos de morte.

 

b- DOS PENSAMENTOS MORTOS:

            Se o espírito da pessoa está adormecido, também a sua consciência estará, não podendo comunicar-lhe a voz do Espírito Santo. A mente do que está dormindo espiritualmente fica à mercê de toda a sorte de pensamentos mortos ou de morte. Em geral, no início do sono espiritual, o cristão até luta para manter seus pensamentos em Cristo, mas, se ceder, a luz de Cristo vai-se extinguindo e os pensamentos mortos ou de morte tomam conta daquela pessoa. Desânimo, desistência, opressão, depressão e morte alcançam muitos cristãos que se associaram com pensamentos mortos ou de morte. Só em Cristo renovamos a mente e os pensamentos. É preciso nos enchermos da Palavra de Deus e do poder do Espírito Santo, para que pensamentos de vida e não de morte habitem em nós.

 

c- DAS PALAVRAS MORTAS:

            Todo discípulo adormecido espiritualmente está envolto por palavras de morte. Os céus sobre a sua cabeça estão cheios de sementes de morte. Palavras são sementes! Muitos não se atentam, mas ao liberarem palavras mortas, destituídas de vida e de fé, estão semeando em suas vidas e territórios nada menos do que esterilidade e morte.

            Crente com espírito adormecido não prospera porque nele se calou a voz profética do Senhor. Seus ouvidos se fecharam para as palavras de vida e seus lábios foram contaminados pela morte. Muitos não percebem mas já perderam a autoridade espiritual e, no exercício de suas lideranças, destilam morte, desistência e derrota. Deixe o Senhor mudar o discurso de seus lábios, fazendo de você boca profética que destila vida e vitória independente das circunstâncias!

 

d- DOS ATOS MORTOS:

            Aqui se testifica o testemunho de quem está adormecido espiritualmente. Por causa da eterna insatisfação interior e pelo inconformismo quanto à operação de Deus em sua vida e em seu meio, torna-se uma pessoa ácida, crítica, rebelde, desistida e infiel às alianças. Não se ajusta na caminhada espiritual com a Igreja. Em geral, deixa de lado o ser cristão, o caráter de Cristo, e volta para a prática do pecado ou, em muitos casos, sob a influência do espírito de religiosidade, se apega às “boas obras” para dizer que não adormeceu na fé. Há certo grau de negligência, envolvimento e compromisso em relação a ministério, liderança, vida cristã. O resultado não poderia ser outro: afastamento cada vez maior do Senhor, esterilidade e morte. Maturidade e unidade só se associam com vida e não com atos mortos.

            Em nome de Jesus Cristo, tome hoje a decisão de amadurecer, de despertar do sono espiritual, de se levantar e de deixar Cristo iluminar e encher você com a Sua vida.

 

            No amor do Senhor da Unidade e da Maturidade.

 

                                   Aps Aurelio Jesus Santos e Susana M. B. Santos.

 

 

PERGUNTAS PARA A RFLEXÃO CELULAR:

1-Sinceramente, você está adormecido(a) entre os mortos? Em que áreas?

2-Dos quatro tipos de mortos descritos na pastoral, de quais você precisa se desvincular?

3-O que você efetivamente fará, a partir de agora, quanto a se tornar uma pessoa madura, desperta e posicionada espiritualmente correta nesse mundo?

 

 

DESTAQUE DA PASTORAL:

Sempre que um cristão entra em adormecimento espiritual, entra também em insensatez, esterilidade e escassez. Sua rota será a da preferência pela morte e pelos mortos.

 

Todos os direitos reservados a Igreja Missionária Manancial

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • MANANCIAL
  • MANANCIAL

Desenvolvido por PLENA PRODUÇÕES