DEUS NÃO SE ESQUECEU DE VOCÊ!

(Is 49.13-16)

 

Nesses tempos de reforma, muitos estão vivendo momentos de intensa guerra espiritual. As crises chegam com tanta força que os abate e lhes dá a sensação de que tudo está desabando. Em seus corações pesa constantemente a impressão de que Deus os tem abandonado. Como continuar caminhando numa situação dessas? Parece que a derrota é inevitável e que o fim está próximo. A tendeência natural de muitos é de se auto-rotularem como: “fracassados”, “derrotados”, “perdedores”.

Acontece que junto com toda reforma efetiva e relevante há algum tipo de crise (antes, durante ou depois da reforma). Aliás, há muita reforma que só ocorrerá a partir da instalação de alguma crise. Por isso, entendo que Deus mesmo permite ou promove algum tipo de crise, na vida de muitos, para realizar algum nivel de reforma em suas vidas. O fato é: quem entra em reforma precisa aprender a lidar com crises. Porém, mesmo em tempos de crises e reformas, os filhos de Deus não estão desamparados.

 

A PALAVRA DE DEUS NÃO MENTE!

 

Apesar de tantos sentimentos confusos e falsas convicções em tempos de crises, a Palavra de Deus nos informa exatamente o contrário: que os filhos de Deus nunca estão sós, pois Deus não desampara e nem se esquece dos Seus filhos. Aleluia! O Senhor diz que ainda que fosse possivel a mãe se esquecer do filho que amamenta, Ele, o Senhor, jamais se esqueceria dos Seus filhos. Essa é com certeza uma grande verdade e uma ótima notícia.

Apesar das impressões erradas da nossa alma, que estão baseadas nas nossas emoções, sentimentos e pensamentos distorcidos, o Senhor nos diz que Ele sempre está conosco. Mas, então, por que tantos cristãos nutrem em seus corações sentimentos de abandono de Deus e, até, chegam a blasfemar contra Ele? Certamente porque lhes falta a base para andarem seguros em Cristo; falta-lhes a fé no Senhor e nas Suas promessas.

 

É PRECISO NUTRIR A FÉ INABALAVEL NO SENHOR!

 

Se não estivermos apoiados na fé, que é o firme fundamento do cristão, facilmente nos afligiremos nos momentos de crises e dificuldades, porque perderemos a confiança e a esperança no Senhor. Esses três pilares (fé, confiança e esperança no Senhor), que nos fazem romper com os laços que o inimigo lança contra nós, não devem estar apoiados em nós, mas nas soberanas verdade, fidelidade e vontade de Deus! Se o Senhor diz que não Se esquece de nós, esta verdade inquestionavel libera para nós, os seus filhos, uma promessa indiscutivel: Ele nos tem para sempre na Sua memória. Aleluia! Nós estamos nos pensamentos de Deus, ou seja, fazemos parte da Sua vida de forma definitiva!

Por causa das feridas e traumas não resolvidos, Satanás conseguiu encher a alma de muitos com vários tipos de lixo: insegurança, medo, dúvida, abandono, isolamento, impossibilidades e incredulidade. Mas é chegado o tempo da nossa reforma, da nossa limpeza. Lançaremos fora todo tipo de lixo que o maligno jogou em nossas vidas. É tempo de dizermos NÃO para esse adversário terrível e aproveitador e dizermos SIM, para o Autor e Consumador da nossa fé – Jesus Cristo, o Senhor. Precisamos nos convencer de que o nosso Senhor é Emanuel, o Deus Conosco. Nunca se esqueça que só o pecado não confessado e nem arrependido tem o poder de nos separar do Senhor, mais nada!

 

PASSOS PARA A NOSSA VITÓRIA:

 

A nossa vitória nessa questão está em buscarmos mais a presença do Senhor e decidirmos por uma vida santa na presença dEle, andando em obediência aos Seus princípios e não mais segundo nossas emoções ou sentimentos, pensamentos e vontade. Mas como conseguirmos tal êxito? Buscando reformas em três níveis:

 

1- TRANSFORMAÇÃO DA MENTE PELA PALAVRA DE DEUS – A VERDADE:

 

Só a Palavra nos limpa. Só a Palavra renova a nossa mente. Quanto mais a Palavra do Senhor ocupar os nossos pensamentos, mais lixo será arrancado da nossa mente e mais da mente de Cristo existirá em nós. Se não inclinarmos a nossa mente para a Palavra de Deus, dificilmente viveremos na dimensão da fé que se requer de nós como cristãos. Quem é raso na Palavra de Deus, é vazio na vida cristã!

É a Palavra que nos fortalece na fé e nos protege de toda a mentira do diabo. Jesus quer nos encher de fome e sede da Sua Palavra e também abrir os olhos do nosso entendimento, para que em nós seja ampliada a revelação do Deus que não nos desampara. Aleluia! Declare que você leva cativo ao Senhor todo o seu pensamento e rejeite todo governo do maligno na sua mente.

- 2 Co 10.4-5: “Porque as armas da nossa milícia não são carnais, e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas, anulando nós sofismas e toda altivez que se levante contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo.”

 

2) QUEBRA DAS MALDIÇÕES:

 

Muitos vivem debaixo de decretos de maldição, tendo os céus sobre suas cabeças fechados para todo nivel de bênção e entendimento sobre as questões espirituais. A maldição pode chegar por meio de terceiros ou por meio da própria pessoa. Ela sempre representa um tipo de decreto espiritual que inibe ou proíbe que a pessoa prospere em uma ou várias áreas. É preciso que os céus sobre nossas cabeças estejam abertos para a bênção fluir e para receber as sementes de vitória.

Muitos semeiam frequentemente palavras de maldição sobre suas próprias vidas, famílias, ministérios, lideranças etc, e depois não entendem porque tanta derrota e fracasso são colhidos. Pessoas assim não se sentem amparadas e protegidas por Deus. Independente do contexto, com crise ou sem crise, estão sempre se sentindo abandonadas por Deus. Com os céus fechados e com tanta semente de derrota é natural que tenham o entendimento fechado no que diz respeito às verdades espirituais. Tais maldições precisam ser quebradas, as sementes de morte e fracasso devem ser arrancadas e as sementes de vitória, fé e esperança devem ser plantadas, em nome de Jesus Cristo.

 

3- LIBERTAÇÃO E CURA DA ALMA:

 

Para uma vida plena em Cristo, toda ferida precisa ser curada e toda cadeia precisa ser quebrada. Uma alma enferma e aprisionada não consegue se expressar facilmente segundo a Verdade. O inimigo sabe que se conseguir atingir a alma de alguém com feridas ou prendê-la com cadeias emocionais e sentimentais, conseguirá ter essa pessoa como refém. Bastarão leves e sutis toques nas áreas atingidas daquela alma para que todo o seu propósito maligno se realize. Há muitas maneiras que o inimigo utiliza para ferir e aprisionar alguém: rejeição, abandono, desonra, perda, maledicências, abusos morais e sexuais.

Porém, existe uma única maneira que Deus usa para termos a alma liberta e curada das feridas e cadeias: o PERDÃO. Em Mt 18.32-35, nós lemos que quando uma pessoa não perdoa, comete pecado, contra o próximo e principalmente contra Deus, que a entrega nas mãos dos verdugos (torturadores). A falta de perdão estabelece uma legalidade espiritual a favor do diabo, que consegue então aprisionar, afligir e até enfermar a vida daquela pessoa. Por mais lógica e compreensivel que seja a explicação humana para se nutrir ódio, rancor, ressentimento e amargura em relação ao ofensor, só o perdão liberado traz libertação e cura para o ofendido.

O perdão é uma arma poderosíssima que o cristão tem contra o inimigo e as suas ações. O perdão liberta! O perdão cura! O perdão alegra o coração de Deus! Sem perdão, os verdugos não cessam de afligir, as cadeias não são quebradas e muitas enfermidades não podem ser curadas. Quem não perdoa está nas mãos dos verdugos e não adianta repreendê-los nem amarrá-los, porque eles estão operando na vida da pessoa por legalidade espiritual. Só o Senhor emite a contra-ordem para a libertação depois do perdão liberado.

O perdão é algo tão essencial e profundo que muitas vezes, antes de se ministrar a cura física para alguém, se faz necessário que se ministre libertação para aquela pessoa, através da liberação do seu perdão para alguém. É que às vezes o nivel de cadeias é tão grande, deixando a mente da pessoa tão cativa por suas emoções e sentimentos alterados, que ela não consegue discernir que é pelo perdão liberado que a sua cura virá. Por isso, deixe o amor do Senhor invadir seu coração, libere o perdão para quem lhe feriu e receba as tão necessárias libertação e cura.

A partir de hoje decida ver o Senhor como o Deus que nunca Se esquece dos Seus filhos. Abra-se para entrar numa nova dimensão de fé, esperança e confiança de que Ele não é homem para que minta e a Sua Palavra não voltará para Ele vazia. Inaugure um tempo novo com o Senhor, onde o medo, a insegurança e a desistência não farão mais parte da sua vida.

Esse Deus, que é presente na sua vida e história, hoje convida você para entrar num tempo do Seu sobrenatural, com uma nova mentalidade e livre das cadeias, traumas, feridas e maldições. Decida aceitar a Verdade do Senhor como a Verdade da sua vida. Arranque dos seus lábios todo tipo de murmuração, blasfêmia e maledicência e entre em níveis de conquistas sobrenaturais de Deus jamais imaginadas por você. Anime-se. O tempo da sua vitória chegou!

 

No amor do Senhor da reforma.

 

                                               Aps Aurelio Jesus Santos e Susana M. B. Santos

 

 

PERGUNTAS PARA A REFLEXÃO PASTORAL:

1- Você tem travado batalhas ferrenhas a ponto de sentir-se desamparado por Deus em algum momento?

2- Por que você se vê desamparado por Deus? Que fatos ou situações estão sinalizando isto?

3- Com base na pastoral, você está precisando dar algum dos três passos sugeridos para a vitória?

4- O que você efetivamente fará a partir de agora para que esse quadro se reverta?

 

Todos os direitos reservados a Igreja Missionária Manancial

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • MANANCIAL
  • MANANCIAL

Desenvolvido por PLENA PRODUÇÕES