O PAI TE ESPERA. É TEMPO DE AMADURECER E VOLTAR!

 

(Lucas 15.11-24)

 

            Este trecho da Palavra de Deus é muito atual e significativo. Num mundo de globalização e de relações praticamente impessoais, ele mostra muito do amor do nosso Pai Eterno, da Sua intenção de um relacionamento profundo com os Seus filhos e filhas, mas também fala muito da nossa relação com Ele e da nossa liberdade de decisão quanto a permanecermos ou não junto dEle, numa relação familiar.

            Mais do que falar da situação do filho que sai da casa do Pai Eterno, nesta reflexão quero abordar com você três características desse querido Pai amoroso.

 

1. DEUS NOS DÁ LIBERDADE DE ESCOLHA.

            O Pai amava o filho o suficiente para permitir que ele saísse de casa. O relacionamento do Pai conosco é tão profundo que Ele nos concede liberdade de ação. Nosso Pai não força um relacionamento amoroso. O amor do Pai deu liberdade ao jovem (e dá a cada um de nós!). O Pai espera que o filho queira um relacionamento amoroso com Ele. Deus não quer uma obediência involuntária a um jogo de regras bem definidas. Deus quer um relacionamento de coração para coração. Foi por isso que Ele nos deu o livre arbítrio, que é um risco que todo aquele que ama e que quer um relacionamento amoroso genuíno tem que correr.

            Sem essa liberdade para crer e obedecer ao Senhor, o fundamento do cristianismo estará definitivamente destruído. Você não acha? Você realmente crê e obedece a Deus livremente?

 

2. DEUS ESPERA COM PACIÊNCIA.

            Creio que o Pai amava tão profundamente o filho que esperava todos os dias que ele voltasse. Em Isaías 30.18 vemos que: "O Senhor espera, para Ter misericórdia de vós." Em Romanos 2.4 lemos: "Desprezas a riqueza de sua bondade... ignorando que a bondade de Deus é que te conduz ao arrependimento."

            Só experimentaremos a mudança em nossa vida quando reconhecermos a nossa culpa. O filho não podia culpar o Pai pelos seus problemas, pois Ele mesmo decidiu sair da casa do Pai.

            Não podemos nos esquecer que graça de Deus e arrependimento andam de mãos dadas. Enquanto o filho não decidiu voltar, não provou da graça do Pai. Entretanto, só decidiu voltar quando percebeu o seu erro e se arrependeu. Creio que a certeza do amor do Pai levou-o ao arrependimento. O Pai celestial espera pelo nosso arrependimento em muitas áreas da nossa vida. Há algo em sua vida do que você precisa se arrepender? Então não espere mais. Decida agora mesmo se arrepender.

 

3. DEUS ACEITA INCONDICIONALMENTE QUEM SE ARREPENDE.

            O Pai nos ama tanto que, quando voltamos arrependidos e confessamos nossos erros, Ele não nos condena, perdoa-nos e celebra a nossa volta com festa. O Pai fez mais do que esperar. O texto diz que Ele correu! Correu para abraçar o filho assim que o avistou voltando sujo e cansado. O coração do Pai não tinha reservas contra o filho que pecou. A alegria do Pai é a prova do seu perdão e aceitação. Deus não aprova nossa rebeldia e egoísmo; o nosso pecado entristece profundamente o coração de Deus, porque fere Sua santidade, porque é uma rejeição ao Seu amor por nós e porque Ele sabe que, afastados dEle, estaremos numa situação de dor, de engano e miséria. Mas, ainda assim, Ele quer nos perdoar e espera pacientemente, até que reajamos ao Seu imensurável amor, através do reconhecimento da nossa culpa e do nosso arrependimento. Deus espera para nos receber livre e completamente. Você conhece amor maior do que esse? Vai continuar esperando mais o quê?

 

            Não sei do seu estado de vida diante de Deus. Mas Deus sabe e você também. Entretanto, saiba que mesmo que você tenha se afastado por um momento ou por alguns anos, nosso Pai amado está esperando pelo seu retorno. Decida não ser mais alguém longe do Pai; decida não ser mais um marido ou esposa sem Deus, um pai ou mãe sem Deus, um filho ou filha sem Deus, um lider ou liderado sem Deus. De uma vez por todas decida ser, viver e fazer, seja lá o que for, mas na presença do Pai. Reconheça seu erro por ter rejeitado Seu amor e comunhão, arrependa-se e peça perdão agora mesmo, mostrando sua intenção de voltar. Creia que Ele não recusará você. Ele tem esperado por esse momento segundo após segundo. Depois, ajuste-se na igreja, para a festa, a celebração com o Pai. Confie no amor do nosso Senhor! Seu futuro poderá ser infinitamente melhor nos braços do Pai!

 

            No amor do Senhor da Unidade e da Maturidade.

 

                                               Aps Aurelio Jesus Santos e Susana M. B. Santos.

 

 

PERGUNTAS PARA A REFLEXÃO CELULAR:

1- De alguma forma, em uma ou mais áreas de sua vida, você está afastado(a) do Pai?

2- O que você efetivamente fará, a partir de agora, quanto a retomar e consolidar a sua comunhão com o Pai?

 

 

DESTAQUE DA PASTORAL:

 

O Pai espera que o filho queira um relacionamento amoroso com Ele... Deus quer um relacionamento de coração para coração.

Todos os direitos reservados a Igreja Missionária Manancial

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • MANANCIAL
  • MANANCIAL

Desenvolvido por PLENA PRODUÇÕES