SACERDOTES REFORMADOS FUNCIONAM E REFORMAM TERRITÓRIOS! (Parte final)

 

(Lv 27.14 e 1 Pe 2.9)

 

 

b) SACERDOTES REFORMADOS INTERCEDEM

Uma das mais nobres funções do sacerdote santo é a de interceder pelo seu povo. O sacerdote santo é uma figura de ponte entre o povo e o Senhor. É ele quem leva a Deus as necessidades e petições do povo, e é também ele quem deve trazer de Deus as respostas para o povo. Nesse sentido ele é uma rua de mão dupla, por onde flui a comunicação espiritual. Cristo é o nosso modelo perfeito de Sacerdote Intercessor!

Sempre que um sacerdote deixa de interceder diante de Deus por alguém, surge uma área de escassez e inadimplência na Terra. Muitas famílias estão com escassez de provisões e respostas divinas e em inadimplência diante de Deus, porque não há intercessão diante do altar de Deus a seu favor. Quando o sacerdote vai para Deus e apresenta seu território diante de Deus, Deus lhe dá as respostas necessárias e lhe mostra o caminho a seguir. É pelo exercício da intercessão, ouvindo corretamente a Deus, que os sacerdotes podem dar direção ao povo e apontar-lhe um futuro em Deus! Todo sacerdote estabelecido numa geografia é uma autoridade dentro do seu contexto. Pais e mães, pastores, discipuladores e líderes celulares são autoridades sacerdotais dentro de seus contextos e, por isso, precisam pedir a Deus um coração intercessor, isto é: cheio de misericórdia e de peso de intercessão pelos seus. A intercessão de um sacerdote pelo seu povo traz respostas de Deus e atrai a glória celestial, pois a intercessão sacerdotal move os céus de maneira poderosa. Quanto à intercessão sacerdotal, Jesus é a nossa maior referência, pois Ele dizia que só fazia o que via o Pai fazer (Jo 5.19).

Deus quer fazer assim com você também. Busque as reformas divinas necessárias para tornar-se um sacerdote intercessor eficaz, que tem comunhão tal com Deus e que será usado para trazer as respostas sobrenaturais dEle para você e seus territórios. Decida ser um sacerdote reformado por Deus, um tremendo intercessor diante do Eterno e prepare-se para entrar no tempo das respostas sobrenaturais de Deus. Aleluia!

 

 

c) SACERDOTES REFORMADOS AVALIAM CORRETAMENTE

A Palavra diz que como o sacerdote avaliar, assim será. Há um poder enorme na avaliação sacerdotal. Seja boa ou má a avaliação que o sacerdote fizer, assim será. Nesse aspecto, há uma “veia profética” no ofício sacerdotal. A nossa avaliação torna-se um decreto espiritual.

Muitos estão erroneamente avaliando a casa, o casamento, o ministério, as células, o discipulado etc. Ao publicar a avaliação de algo, o sacerdote emite um decreto espiritual sobre o que avaliou. Famílias inteiras estão debaixo de maldição por causa de uma avaliação sacerdotal equivocada. O sacerdote não pode avaliar algo segundo o que seus olhos físicos estão vendo, mas segundo os olhos e os desígnios de Deus.

Diz o texto que “o sacerdote a avaliará, seja boa ou seja má; como o sacerdote a avaliar, assim será”. Quer dizer, o objeto da avaliação pode realmente, no plano físico, ser bom ou mau, mas caberá ao sacerdote a palavra final, que, uma vez liberada, se tornará um decreto concordando ou alterando o que os olhos naturais testificaram. Assim, um sacerdote que tenha entendido seu ofício e sua autoridade profética, poderá decretar como bom e bendito algo que, no plano físico ou material, seja mau ou maldito. Há poder nas palavras sacerdotais! Há poder para decretar a bênção, a vitória e a conquista, mas também poder para decretar a maldição, a derrota e a ruína. Por isso, o Senhor quer nos reformar, fazendo de cada um de nós avaliadores segundo o Seu coração.

O avaliador avalia segundo um padrão de valores pré-estabelecido. Nós avaliamos conforme os nossos valores e, de certa forma, conforme o que pretendemos no futuro. Nesse quesito, precisamos saber qual é o nosso padrão de referência para podermos avaliar os territórios diante de nós, seja casamento, família, ministério etc. Toda avaliação liberada, como é um decreto sacerdotal, tem o poder de consolidar o presente e de definir e comprometer o futuro. Se o que há dentro de um sacerdote for desvalor ou valores corrompidos, ele avaliará desvalorizando ou corrompendo.

O padrão sacerdotal para avaliações corretas é o padrão de valores existentes em Cristo. Cristo é o nosso referencial de sacerdócio, porque em todos os níveis Ele foi perfeito, divinamente saudavel. O nivel de sanidade de um sacerdote, tanto do espírito como da alma, define como ele vê e como ele avalia o que está diante de seus olhos, inclusive a si próprio.

Quando um sacerdote está liberto e curado, a sua avaliação e a sua boca estão em linha com o Senhor e ele se torna um instrumento de bênçãos e reforma, em linha com os propósitos de Deus. Deus hoje quer fazer de cada um de nós perfeitos avaliadores das nossas geografias. O Senhor quer nos reformar, para que possamos liberar os valores celestiais corretos sobre todo caos e desvalor que nos cerca.

O Senhor quer usar uma geração sacerdotal, que seja capaz de tornar o Seu nome conhecido entre os homens e atrair a Sua glória celestial para a Terra. Deus quer levantar na Terra um exército de reformadores que intercedem, santificam e avaliam corretamente, para que o Seu Reino seja estabelecido entre os homens.

Muitos exerceram um sacerdócio que não intercedeu pelos seus como Cristo intercedeu; não colocaram diante de Deus o seu povo, nem levaram para o povo o que estava no coração de Deus. Outros, não se santificaram e nem santificaram o seu povo, de modo que não viveram os desígnios de Deus na plenitude, movendo-se por rotas que não contaram com a presença do Senhor.

Talvez você seja um desses sacerdotes que avaliaram mal e liberaram decretos de maldição e morte sobre seus territórios (família, ministério, células, discipulado etc). Hoje o Senhor lhe chama para que, com a sua própria boca, sejam quebrados todos os decretos malignos e liberados decretos de bênção. Também é possível que você e seus territórios estejam debaixo de decretos malignos, liberados por sacerdotes que hoje não se pode encontrar. Não se desespere. O tempo da reforma chegou! Procure sua liderança e peça para que, juntamente com você, quebre tais decretos de morte e libere sobre você e seu povo os decretos de vida. Saiba que só um sacerdote maior pode quebrar o decreto de um menor; e hoje, como sacerdote maior sobre sua vida, eu quebro todo decreto de morte e falência que foi liberado sobre sua vida e libero sobre você e sua casa, células, discipulado etc os decretos de bênçãos, vida, vitória e conquista em nome de Jesus. Amém!

Levante-se para o novo de Deus e assuma sua chamada para o sacerdócio santo, segundo o coração do Pai. Prepare-se para desfrutar um tempo novo, debaixo de uma nova unção sacerdotal, intercedendo, santificando e avaliando segundo os princípios do Reino de Deus.

 

 

                No amor do Senhor da Reforma.

 

 

                                               Aps Aurelio Jesus Santos e Susana M. B. Santos

 

 

PERGUNTAS PARA A REFLEXÃO CELULAR:

2- Das duas funções sacerdotais descritas nessa pastoral, em quais delas você precisa de reforma?

3- O que você efetivamente fará, a partir de agora, quanto a funcionar corretamente como sacerdote ou sacerdotisa?

 

 

Todos os direitos reservados a Igreja Missionária Manancial

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • MANANCIAL
  • MANANCIAL

Desenvolvido por PLENA PRODUÇÕES