14/06/2015

 

LIBERTOS, CURADOS E RESTAURADOS
PARA DESFRUTAR DA VIDA ABUNDANTE!
(Isaías 61.1-3)

 

 

Nesse Ano da Restauração do Altar não vamos ficar em débito nas colheitas da nossa própria história. Creio que o Eterno vai nos ajustar ao Seu propósito e entraremos em colheitas sobrenaturais, tanto externas como internas, na nossa alma. Vamos encerrar o ciclo em que muitos entraram, no qual, apesar de terem recebido Jesus como Senhor e Salvador de suas vidas, estão contabilizando um deficit de plenitude e realização no Senhor.

 

Realmente, o fato é que muitas pessoas que aceitaram Jesus não conseguem uma vida abundante. Amam ao Senhor, estão na Igreja, mas não conseguem crescer, não conhecem o seu potencial, não conquistam territórios. São pessoas sinceras, mas que necessitam libertação, pois não percebem onde está a sua alma, não sabem onde está o seu coração. Jesus veio para trazer-nos cura e libertação. O Senhor quer cruzar o histórico de cada uma dessas pessoas para arrancá-las das prisões e colocar sua alma no lugar da paz e realização.

 

MALDIÇÃO SEM CAUSA NÃO SE CUMPRE.

Um assunto relevante e que não podemos descartar é a maldição. Maldição é um impedimento para prosperar na caminhada, é uma limitação espiritual importantíssima. A Palavra nos diz em Provérbios 26.2: “Como o pássaro que foge, como a andorinha no seu vôo, assim, a maldição sem causa não se cumpre.” Há duas verdades aqui: uma é que a maldição realmente existe e a outra é que sem uma causa ou base ela não se cumprirá.

 

“BRECHAS ESPIRITUAIS” E AS MALDIÇÕES.

Vimos que para a maldição se cumprir na vida de alguém é preciso que haja uma causa. Vamos chamar tais causas de brechas espirituais. Brecha espiritual na vida da pessoa é a base através da qual a maldição encontrará pouso. O pecado não confessado e nem arrependido é a brecha que se abre para que a maldição se cumpra na vida de uma pessoa. Muitos, por causa das situações que viveram, foram traumatizadas e carregam esses traumas e feridas em seus corações e mentes, que, sendo valorizados e adubados pelos sentimentos e emoções feridas, levam tais pessoas a pecarem e, assim, se não se arrependerem, ficam expostas ao cumprimento de maldições.

 

O resultado? Tornam-se pessoas confusas, marcadas negativamente, vivendo uma história de dor, rejeição, fracasso, derrota, desistência, paralisia, morte. Foram violentadas das mais variadas formas (física, emocional, sexual, mental etc) e por vários tipos de pessoas (pais, irmãos, familiares, professores, líderes espirituais, patrões), o que as faz ter comportamentos altamente limitadores. São pessoas marcadas negativamente na vida e, sobrecarregadas de memórias e sentimentos de dor, sentem-se rejeitadas, arredias, amargas, desvalorizadas, desrespeitadas e, finalmente, habilitadas a praticar os mais variados tipos de pecados, dos quais a vingança, o ódio e a falta de perdão são os mais comuns.

 

MEMÓRIAS E SENTIMENTOS NOS PRENDEM A PESSOAS E LUGARES!

Se as memórias e sentimentos de uma pessoa forem ruins ou confusos, ela estará presa negativamente às pessoas e aos lugares de onde se originaram tais memórias e sentimentos. Se porventura as memórias e os sentimentos forem bons e saudáveis, então os laços de ligação serão positivos, agradáveis e produtivos.

 

Uma alma ferida, cheia de memórias e sentimentos ruins, invariavelmente está presa a alguém, isto é: às pessoas que a feriram. Por mais que a pessoa queira viver de forma diferente, não conseguirá se não se desvencilhar, se soltar das amarras, porque está presa, acorrentada, por causa dos sentimentos ruins que a povoam.

 

Muitos querem entrar nos céus do Senhor, desfrutar da Sua presença e grandeza, mas Satanás logo vem e começa a lembrá-los dos argumentos, memórias e dores, confundindo-os e roubando-os desses momentos tão importantes. Uma alma que vive assim vive em tormentos. É uma situação insuportável! Há muita gente assim na caminhada espiritual, marcada pelos mais variados tipos de pessoas e situações. São pessoas feridas, com pensamentos e sentimentos confusos, que via de regra estão acorrentadas e sistematicamente expostas ao pecado! Muitos pais liberaram palavras terríveis sobre seus filhos, que depois se tornam prisioneiros desses decretos, escravizados pelas palavras que ouviram e os feriram.

 

TODA FERIDA NÃO TRATADA PRENDE A PESSOA AO PASSADO E ABRE PORTA AOS DEMÔNIOS!

O trauma pode prender a pessoa ao seu passado de dor, mas não é a maldição, nem abre diretamente a porta para ela. A porta aos demônios só é aberta quando o trauma leva a pessoa a pecar e não se arrepender. Assim, as memórias e os sentimentos ruins e confusos, via de regra, impedem a pessoa de alcançar a plenitude de uma vida abundante em Cristo, por causa das amarras e limitações que produzem; mas só atrairão a maldição se conceberem o pecado.

 

Como o trauma pode ocorrer em qualquer época da vida, encontramos pessoas que estão presas há muito tempo, talvez desde a infância mais tenra. Sabe-se de muitos que enveredaram por caminhos tortuosos como drogas, prostituição, mentira, perversões sexuais, adultério etc, porque no passado houve um trauma, ferida ou decreto de morte sobre suas vidas que não foi demolido. O fato é: ou a pessoa se liberta do trauma e é curada, ou os demônios poderão entrar em sua vida e prender a sua alma. Nesses casos, basta ao inimigo ativar a memória da pessoa, para que a lembrança do trauma e/ou rejeição a leve para a depressão, desânimo, desistência, enfermidade e até a morte, tamanho é o nível de escravidão daquela vida àquele momento traumático. Numa situação dessas, o pecado será uma questão de tempo.

 

JESUS CRISTO ARRANCARÁ NOSSA ALMA DAS CADEIAS!

A Palavra nos diz que o Senhor veio para nos libertar e curar! O Senhor arrancará a sua alma das lembranças, decretos, palavras, passado de dor e das situações de catástrofe. Jesus tem o conhecimento da nossa vida e nos libertará, curará e ajustará a nossa alma.

 

Onde entrou o trauma, Satanás colocou uma cadeia e ali ele fez um cárcere ou prisão. Cada cárcere é um tipo de céu de bronze ou céu de escravidão, isto é: céu impenetrável, impermeável, nada passa por ele. O diabo tem prisões específicas para cada alma ferida. Ele sabe aprisionar e influenciar a alma das pessoas, manipulando suas mentes, emoções e vontades. Há muitas pessoas na Igreja com a mentalidade governada pelo maligno, cheias de pensamentos, argumentos e princípios contrários à Palavra de Deus. Ele sabe manipular os desejos e vontades das pessoas, levando-as a uma vida de derrota e fracasso constante, dando vazão aos sentimentos perigosos e terríveis que estão em suas almas, como rejeição e baixa-estima. São pessoas que querem mudar, mas por causa das cadeias na alma, não conseguem.

 

Mas hoje o Senhor lhe arrancará das prisões e colocará sua alma em ordem. Quando a sua alma estiver livre das prisões, a vida abundante brotará e a vitória e as conquistas virão atrás de você. Ainda que Satanás tenha oprimido, o Senhor libertará você. Onde o inimigo lhe torturou, o Senhor derramará refrigério.

 

A sua mudança causará espanto na vida de muitos, porque as portas de conquista se abrirão para você e os sinais, prodígios e maravilhas do Senhor lhe alcançarão. Com a alma livre, suas motivações e valores serão modificados, sua visão será ampliada e a vida abundante enfim fluirá! Aleluia!

 

Decida romper com as cadeias e sair da ferida e do trauma.  Quebre o ciclo do ódio, amargura, rancor e falta de perdão. Perdoe seu ofensor e mergulhe na adoração. A adoração ao Eterno nos apruma e destraumatiza, porque no caminho da adoração somos libertos e curados!

 

Perdoe a todos os seus ofensores agora mesmo e receba o refrigério do Senhor. O perdão quebra as cadeias e nos coloca na rota da vitória. Tire sua alma das mãos do inimigo, porque ela tem dono e o nome do dono é Jesus Cristo, o Senhor dos Exércitos!

 

No amor do Senhor do Altar.

 

Aps Aurelio Jesus Santos e Susana M. B. Santos.

 

 

PERGUNTAS PARA A REFLEXÃO CELULAR:

  • Você vive realmente a vida abundante que o Senhor prometeu para os salvos?

  • Se não, o que está impedindo você de vivê-la?

  • Há algum pecado em sua vida que ainda não foi confessado e arrependido diante do Senhor?

  • O que você efetivamente fará, a partir de agora, quanto a caminhar livre dos pensamentos e sentimentos ruins e confusos e das interferências malignas em sua vida?

Todos os direitos reservados a Igreja Missionária Manancial

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • MANANCIAL
  • MANANCIAL

Desenvolvido por PLENA PRODUÇÕES