09/11/2014
 
COMO ÁGUIAS DO SENHOR!
(Isaías 40.25-30)

 

 

           

Estamos todos famintos da manifestação da glória de Deus. Vivemos dias muito especiais, em que o sobrenatural de Deus é esperado e por muitos vivido, em muitas áreas da vida da Igreja do Senhor. Mas infelizmente há carência da presença de Deus na vida, família, ministério e trabalho de muitos. Os dias são de grandes desafios para nós, os discípulos do Senhor, porque também o mundo não aguenta mais a forma como está vivendo e, de alguma maneira, mesmo sem saber, olha para nós e clama pela manifestação da glória de Deus.

 

Por quê? Porque a Igreja de Jesus tem a autoridade e a comissão para atrair o poder de Deus para a Terra e manifestar a glória do Senhor. Esta tarefa é nossa! No entanto, precisamos atentar para dois pontos importantes: a) a soberania de Deus em nossas vidas e b) nossa posição em relação à vontade de Deus, pois precisamos nos situar no centro da Sua vontade. Sem a revelação de que o governo das nossas vidas precisa estar debaixo das mãos do Eterno Deus, jamais nos moveremos na Terra conforme os Seus propósitos, sempre como enviados e nunca como substitutos. Deus é o Senhor!

 

Esse mesmo Deus de poder e graça é quem nos desafia a olharmos para Ele e vermos nEle o Criador dos confins da Terra, que não se cansa nem se fatiga, que não se pode esquadrinhar seu entendimento, que fortalece o cansado, que revigora o fraco, que renova as nossas forças e nos dá a condição de voarmos com asas como se fôssemos águias. É esse Senhor maravilhoso que, de modo sobrenatural, nos faz alçar os altos voos que tanto precisamos em determinados momentos na nossa vida. Estamos entrando em tempos novos e é Ele quem nos faz voar como águias pelos céus desses novos tempos.

 

ALGUMAS CARACTERÍSTICAS DA ÁGUIA NECESSÁRIAS AO DISCÍPULO DE ÊXITO.

A águia é um animal diferenciado, com peculiaridades marcantes. Pesquisando algumas dessas peculiaridades, encontramos pelo menos sete, que são muito peculiares e que, por analogia, precisam ser encontradas na vida do discípulo que quer romper em vitórias no Senhor.

 

1- ELA CONSEGUE FIXAR SEU OLHAR NO SOL!

A águia é o único animal que consegue olhar fixamente para o sol, sem ficar com os olhos ofuscados e a visão prejudicada. Essa é uma habilidade importante, principalmente para se defender. Por exemplo, quando está sendo perseguida pelo falcão (um inimigo ferrenho), ela voa diretamente na direção do sol, cuja luminosidade ofusca os olhos dele, impedindo-o de visualizá-la e atacá-la.

 

À semelhança dela, podemos identificar três coisas que devem acontecer com todo discípulo que quer uma vida vitoriosa: a) precisa ter uma visão clara e sem distorções da glória e do resplendor de Deus; b) precisa reconhecer que buscar a glória do Senhor é um privilégio seu; c) precisa voar rapidamente para a presença do Senhor da glória nos momentos de ataque do inimigo.

 

Discípulo que age assim se torna vencedor e não será tocado nem vencido pelo maligno. É justamente nos momentos de crise, que precisamos buscar a presença de Deus e nos escondermos envoltos pela luz da Sua glória e majestade, ao invés de agirmos segundo nosso entendimento e possibilidades.

 

2- ELA VÊ SIMULTANEAMENTE EM TRÊS DIREÇÕES!

Seu olho tem três fóvias, ou seja, ela consegue olhar, ao mesmo tempo, em três direções: para cima, para baixo e para frente. Isso quer dizer que ela consegue ver muito bem, e ao mesmo tempo, em três campos visuais distintos (acima dela, abaixo dela e na frente dela). Ela tem uma visão multifocal do seu contexto.

 

Muitas vezes vemos discípulos desanimados, desistidos e derrotados na vida porque só conseguem ter um ou dois focos de visão quando surgem os problemas – eles olham para baixo, fixam-se nos problemas, e/ou olham para a frente, fixam-se nos obstáculos e portas fechadas, perdendo a visão de Deus e dos Seus projetos. Uma visão assim os faz reféns das circunstâncias e enlaçados pelos problemas.

 

Para vencer é preciso ter a visão correta e ampliada do seu contexto, que não se limita às adversidades e obstáculos. Sim, é importante olhar para baixo, para as concretudes da vida e discernir o nosso chão, mas sempre com uma visão clara, tanto de Deus (olhar para o alto) como dos sonhos a se realizarem (olhar para frente).

 

3- ELA TEM GRANDE CAMPO VISUAL!

Seu campo visual é de quase 360o, enquanto o do homem gira em torno dos 200o. Ela tem uma visão ampliada, mais larga, mais abrangente. Essa característica visual da águia lhe dá muito mais operacionalidade; ela consegue discernir muito mais o seu contexto, aquilo que está à sua volta. É como se ela estivesse atenta para todos os lados, isto é: praticamente coisa alguma fica fora do seu campo visual.

 

Discípulo que quer vencer precisa desenvolver uma visão mais ampla do seu contexto, principalmente o espiritual. Há muita derrota e guerras desnecessárias na vida de muitos cristãos por pura falta de discernimento espiritual.

 

Não dá para buscarmos o êxito na caminhada espiritual com visão espiritual atrofiada e limitada. É preciso termos uma visão espiritual mais ampliada em relação à nossa vida, ministério, família, célula, finanças etc. Caso contrário, além de termos flancos desguarnecidos em nossa vida, poderemos assumir posturas e desenvolver ações espiritualmente erradas, com grande prejuízo para o Reino de Deus e para nós mesmos.

 

4- ELA TEM UM VOO EXCEPCIONAL E PRECISO!

Pelo tamanho do seu corpo, a águia tem envergadura de asas muito maior do que precisaria, aos olhos humanos. No entanto, é esse “exagero de Deus na criação” que lhe dá uma grande facilidade para alçar voo rapidamente e planar por longos períodos. É também por isso que ela não precisa de grandes distâncias, nem de grandes vendavais, para levantar voo. Pequenos ventos a elevam. Com pequenas correntes de ar quente ela consegue subir aos céus e lá se manter por longos períodos.

 

Outro detalhe em relação ao seu voo é que quanto mais velha ela é, mais capaz se torna de alçar voos cada vez mais altos. Sua idade não a limita em relação ao teto do voo, isto é: a cada dia ela consegue voar mais alto e melhor!

 

Como discípulos que queremos o êxito na caminhada, precisamos ser assim: quanto mais andamos com o Senhor e temos comunhão com Ele, tanto mais fácil se tornará andarmos com Ele e termos comunhão com Ele! Infelizmente, parece que alguns cristãos vão-se afastando cada vez mais do Senhor à medida que os anos passam, ficam insensíveis à Sua voz, não têm mais prazer em estar na Sua presença e andar com o Senhor se torna algo enfadonho e pesaroso. Quanto mais o tempo passa, menos hábeis na caminhada e menos dependentes do Senhor, mais cheios de si e de seus argumentos.

 

É preciso buscar a habilidade para entrarmos nas correntes quentes do Espírito Santo e subirmos em direção aos céus do Senhor, buscando a Sua presença e a Sua companhia. Como águias do Senhor, não podemos depender de grandes distâncias, nem de grandes vendavais para alçarmos voos espirituais na direção dEle, mas, diante dos menores sopros do Espírito Santo, nos deixarmos levar por Ele até a presença gloriosa do Senhor.

 

5- ELA SE “QUEBRANTA” (AUTOFLAGELA)!

Depois de algumas décadas de vida (em torno de três ou quatro), a águia sobe a um alto penhasco e se autoflagela: arranca as penas e as unhas e quebra o bico, batendo-o contra a rocha. A partir daí, fica paralisada e impotente durante algumas semanas. Nesse período ela só depende da misericórdia e da provisão divina. Sem bico, sem penas e sem garras ela está fragilizada e altamente dependente do Criador. Depois, de penas novas, bico e garras novas, ela se lança para uma nova fase, renovada. Seria um tipo de quebrantamento, depois do qual ela experimenta um renovo em sua vida.

 

Deus quer que o cristão se quebrante. Quebrantamento é, ao mesmo tempo, uma atitude de reconhecimento de limitações, debilidades e fraquezas pessoais, uma confissão explícita da nossa dependência de Deus e é o primeiro passo para ingressarmos numa nova fase em nossas vidas.

 

Precisamos tirar de nós toda autossuficiência e assumir nossa dependência no Senhor. Sem quebrantamento não experimentamos o renovo que o Pai quer nos proporcionar. Quebrantamento é a porta de entrada para novas fases em nossas vidas - toda mudança significativa de vida começa com um quebrantamento genuíno na presença do Senhor!

 

6- ELA MORRE COM OS OLHOS VOLTADOS PARA O SOL!

A águia é um dos poucos animais que sabe quando vai morrer. Nesse tempo ela dá o seu mais alto voo e aloja-se no pico mais alto que pode encontrar; então fixa seu olhar no sol desde o nascente até o poente e, quando o sol se põe, ela morre. Morre com os olhos na luz!

 

Assim deve ser a vida e o objetivo de todo cristão: viver e morrer na luz do Criador! Não nos basta começar bem a caminhada espiritual; é preciso permanecer e terminar bem, mantendo nossos olhos no foco certo, no Senhor de toda a glória.

               

                No amor do Senhor da Colheita Ampliada.

 

Aps Aurelio Jesus Santos e Susana M. B. Santos.

 

 

PERGUNTAS PARA A REFLEXÃO PASTORAL:

  • Que tipo de vida é a sua como cristão?

  • Quais das características da águia, citadas na pastoral, faltam em você?

  • O que efetivamente você fará para ter uma vida segundo os princípios apresentados na pastoral?

Todos os direitos reservados a Igreja Missionária Manancial

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • MANANCIAL
  • MANANCIAL

Desenvolvido por PLENA PRODUÇÕES