É A CEIA DO SENHOR!

(1 Co 11.23-32)

 

            A Ceia do Senhor é importantíssima na vida cristã. A Ceia do Senhor é um dos dois sacramentos ou mandamentos santos deixados por Jesus Cristo para os seus seguidores (o outro mandamento de Cristo é o Batismo nas águas). Assim, como é um mandamento de Jesus, todos os cristãos deveriam participar dela com fé e entendimento.

            Infelizmente, muitos se ausentam da mesa Senhor, dando muitas desculpas, sem, no entanto, estarem em linha com a Palavra. Precisamos entender o que realmente significa a Ceia do Senhor e do que é que participamos quando partilhamos do pão e do cálice. Para tais questões, temos pelo menos três pontos a considerar.

 

TRÊS REFLEXÕES IMPORTANTES SOBRE A CEIA DO SENHOR:

           

1) A Ceia é o selo da garantia da ressurreição de Cristo e da promessa da Sua volta.

            O texto bíblico nos deixa claro que devemos praticar a Santa Ceia até que o Senhor volte. Com a promessa da Sua volta, podemos afirmar que a Ceia é uma garantia de que Cristo ressuscitou, porque quem morreu só pode retornar se houver ressuscitado. Aleluia!

            Então, ao participar da Ceia do Senhor, estou testificando não só a Sua morte expiatória, mas também declarando a sua ressurreição e a minha esperança quanto à Sua volta triunfal para buscar a Sua Noiva – a Igreja. E é justamente essa esperança que nos estimula, conforta e consola quanto a caminharmos em santidade, conforme Seus ensinos, como discípulos fiéis, que nutrem a expectativa de que num dia do provir, que está sob o governo exclusivo do Pai, nos encontraremos com Ele, para eternamente vivermos nas mansões celestiais. Aleluia!

           

2) A Ceia é a presença real de Cristo.

            Por isso, encaramos a Ceia do Senhor como um dos meios da graça. Em relação à presença de Cristo na Ceia, refutamos duas doutrinas aceitas por alguns: a da transubstanciação (que diz que o Cristo está presente porque os elementos se transformam em Seu corpo e sangue) e a da consubstanciação (que diz que os elementos não se transformam no corpo e sangue do Senhor, mas que o Senhor está neles).

            Nós cremos que na Ceia o Senhor está presente sim, mas pelo Espírito Santo! E porque o Senhor está presente, a Ceia deve ser vista como um dos meios da graça e é a razão pela qual deve ser aberta e estendida a todos os que crêem no Senhor, que estão em comunhão com Ele e com Seu Corpo (a Igreja), e que estão sinceramente arrependidos dos seus pecados.

 

3) A Ceia é uma refeição memorial da redenção.

            Ao participar da Ceia, nossa mente deve voltar-se para o ato da redenção efetuada por Cristo a nosso favor, de uma vez por todas. Na cruz do Calvário o Pão Vivo que desceu do céu, o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo, o Messias, o Salvador, foi entregue à morte por causa de todos os pecadores, para que se estabelecesse uma nova aliança entre Deus e os homens, aliança de vida eterna, selada pelo derramamento do Seu sangue, inocente e sem pecado.

            Comer do pão e beber do cálice (fruto da uva) é testificar diante de todos que Jesus é nosso verdadeiro alimento e que estamos em aliança de sangue com Jesus, isto é: que a vida de Jesus está em nós! O pão e o cálice são os símbolos da Nova Aliança com Deus, que está em voga até que o Senhor volte. Por isso, vale dizer que "em memória de mim", não é mera lembrança de algo ou de alguém; no original, quer dizer recordar um evento tão intensamente que ele se torna vital, vivo e fresco em nossa vida agora, no presente.

            Celebrar a Ceia do Senhor é realizar um ato declaratório de que a redenção nos alcançou e que cremos que fomos salvos da condenação e da morte eterna pelo sangue de Cristo, que o pecado não tem mais domínio sobre nós, que pela obra de Cristo na cruz nós fomos libertos, curados e recebemos vida em abundância! Celebrar a Ceia do Senhor é afirmar que recebemos e tomamos posse da vitória conquistada por Cristo na cruz do Calvário sobre o diabo, suas obras e suas hostes da maldade, que nos foi entregue por Ele no dia da nossa conversão. Aleluia!

            A partir de hoje assuma que a Ceia é de vital importância para nós, os que cremos em Jesus Cristo como Senhor e Salvador. Abandoná-la ou negligenciá-la é deixar de lado algo importante para a nossa vida espiritual.

            Vemos que muitos não participam da Ceia pelo fato de serem pecadores, temendo estarem "comendo e bebendo indignamente". Ora, se fosse pela nossa pecaminosidade, todos nós deveríamos parar de participar da Ceia! Só somos salvos pela fé e isto por causa da graça de Deus, jamais pelos nossos méritos pessoais ou porque não temos pecado.

            Entenda que a Ceia do Senhor, sendo um meio de graça, é destinada aos pecadores arrependidos e não para os que se dizem sem pecados! Na verdade, o problema está em participar Ceia do Senhor sem manifestar um coração arrependido. De outra forma, só Jesus Cristo, então, poderia participar por ser sem pecados. Todos os outros seriam indignos. Assente-se portanto na mesa do Senhor e, confiante e sinceramente, proclame e tome posse de toda a obra da redenção que Cristo realizou por você, em nome de Jesus!

 

            No amor do Senhor da Ceia e da Colheita Ampliada.

 

                                   Aps Aurelio Jesus Santos e Susana M. B. Santos.

 

 

PERGUNTAS PARA A REFLEXÃO CELULAR:

  • Qual é o seu conceito sobre a Ceia do Senhor a partir de agora? Mudou alguma coisa?

  • O que você deixou de receber e viver nos momentos da Ceia do Senhor até hoje?

  • O que você efetivamente fará, a partir de agora, quanto a fazer da Ceia do Senhor um momento altamente espiritual e transformador em sua vida, família e história?

Todos os direitos reservados a Igreja Missionária Manancial

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • MANANCIAL
  • MANANCIAL

Desenvolvido por PLENA PRODUÇÕES