VISÃO ESPIRITUAL ABERTA: SINAL DE MATURIDADE E BASE DE VITÓRIA!

2 Reis 6.8-23

 

            Desde o seu nascimento a Igreja de Jesus vive numa guerra espiritual. Ao aceitarmos Jesus como Senhor e Salvador de nossas vidas, não entramos numa brincadeira, mas numa guerra de verdade contra Satanás e suas hostes da maldade. É sinal de maturidade reconhecer esta realidade e não esmorecer na caminhada.

            Deus nos deu estratégias de conquista, está nos fortalecendo cada dia mais na batalha e muitas vitórias já conquistamos. A colheita tem sido abundante, mas isso não é nada em vista do que colheremos nesse ano da Maturidade e da Unidade. Nossos cestos se encherão de tanto fruto que ficaremos pasmados diante do Senhor. Aleluia! Além das conquistas pessoais e familiares, pelo poder de Deus, arrancaremos muitas pessoas das cadeias infernais da morte, do desânimo, da dor, da desesperança.

            É lógico que o inimigo não está contente e é natural que se levante com suas hostes e estratégias infernais de perseguição, opressão, retaliações etc. Mas ele tem se levantado para cair, em nome do Senhor Jesus Cristo de Nazaré! A Palavra de Deus diz que eu e você somos mais do que vencedores em Cristo Jesus, o Senhor. Aleluia!

 

ALGUMAS ESTRATÉGIAS DO INIMIGO.

 

            Satanás sabe que já é derrotado por Cristo Jesus, mas não se dá por vencido e se levanta sempre contra a Igreja do Senhor. Ele tem suas estratégias, que no nosso caso, em nome de Jesus, já estão frustradas. Observando o texto, vemos que Satanás tem pelo menos duas estratégias:

 

1- PROCURA ATACAR OS LÍDERES.

 

            Seu principal alvo é atacar os líderes, principalmente os de ponta, os que estão fluindo na unção profética de conquista. E a razão é simples: porque a estes Deus dá a revelação, o poder e a autoridade para guerrear.

            Se você está sofrendo fortes pressões do inimigo nesses dias desafiadores para conquistar a sua promessa, alegre-se, porque o Senhor está lhe estabelecendo com unção, poder e autoridade para uma grande vitória. Mostre a sua maturidade e não se deixe levar pelas impressões de sua alma, mas firme-se espiritualmente na unção profética de conquista que está sobre sua vida. Aleluia! O inimigo quer inviabilizar sua fé e paralisar você, mas a unção que está sobre sua vida é bastante para rechaçar todas as investidas e neutralizar os projetos dele. Creia no poder de Deus e proclame a sua vitória, em nome de Jesus!

 

2- PROCURA UTILIZAR AS DEBILIDADES DA NOSSA ALMA.

 

            Geazi, o moço de Eliseu, é uma figura do homem natural, imaturo espiritual, que expressa as debilidades e fraquezas da alma humana, enquanto que Eliseu é a figura do homem espiritual maduro, que com suas atitudes expressa a voz e autoridade do Espírito Santo. No momento da batalha, quando a pressão inimiga se estabeleceu, Geazi só conseguiu ver no plano físico e, por isso, se desesperou e foi tomado de medo e insegurança. Seu foco estava no inimigo, no seu tamanho e poderio, por isso ficou impressionado, se desesperou e foi tomado pelo medo. Sua visão fechada o paralisou e inviabilizou na hora da batalha.

            O inimigo sempre tentará nos pressionar e paralisar, utilizando-se das debilidades e fraquezas da nossa alma, porque elas são portas abertas para todo lixo. Geazi representa a imaturidade, a alma debilitada, não liberta nem curada, que não consegue discernir a verdadeira batalha, porque seu foco está nas estratégias do inimigo e nas pessoas usadas por ele.

            Não se pode perder o foco. Nossa guerra é espiritual. Não se intimide pelo número, nem pelo tipo de pessoas que se levantam contra você. Nossa realidade mais importante é a espiritual. Vencendo nas regiões celestiais, venceremos em qualquer dimensão. Aleluia! Eliseu, porque era maduro, tinha a visão aberta pelo Espírito e por isso aplicou a estratégia correta.

 

A MATURIDADE, A VISÃO ABERTA E A ESTRATÉGIA DA VITÓRIA.

 

            Eliseu foi maduro o suficiente para, sozinho, neutralizar a ação de um exército inteiro enviado pelo inimigo. Simplesmente porque teve a visão correta da batalha. Com a visão aberta pelo Espírito ele discerniu o ambiente espiritual, viu o cuidado e a fidelidade de Deus e, enchendo-se de fé e autoridade, pode fazer a oração certa e assumir a postura correta. Olhando para as ações de Eliseu, vemos que duas coisas maduras:

 

1- PEDIU A DEUS PARA NÃO SER O FOCO:

 

            Quem gosta de aparecer se expõe desnecessariamente ao inimigo! Quanto menos formos vistos pelo adversário, mais liberdade de ação teremos e menos agressão sofreremos nas batalhas espirituais. Essa, com certeza, precisa ser uma das nossas orações mais frequentes nesses dias: Senhor, cega os meus adversários; me tira do foco deles. Uma das grandes estratégias na batalha espiritual é não aparecer, é manter-se encoberto por Deus. Além de orar assim, é preciso agir com maturidade, isto é: não deixar uma rota para que o inimigo nos encontre. Resumindo, é orar a Deus para não ser o foco do adversário, é não dar legalidades para que ele nos encontre.

            Maturidade requer uma vida de humildade, sem se exaltar nem buscar a glória pessoal nas vitórias. Quem é maduro deixa de lado a soberba, a vaidade, o orgulho e se esconde em Cristo, sempre. É isso que faz com que o inimigo nos perca de vista. Muitas derrotas acontecem na vida daqueles que, por imaturidade, gostam de aparecer e de se autopromover, porque são carentes de honras e reconhecimento. Com certeza, um cristão maduro e corretamente motivado na batalha espiritual sairá sempre vitorioso. Quanto mais maduros, menos expostos nós somos, mais da glória de Deus será manifesta na Terra. Aleluia!

 

2- TRATOU AS PESSOAS COM MISERICÓRDIA E ESPÍRITO DE SERVIÇO E RECONCILIAÇÃO:

 

            Nunca se esqueça que gente nunca é o inimigo da gente. Todo cristão maduro precisa ter essa revelação gravada na mente e no coração. Satanás sim, é o nosso inimigo! Precisamos ter a visão espiritual correta, a visão de Eliseu na batalha: não ferir, nem aprisionar, mas servir as pessoas, ainda que tenham sido enviadas pelo inimigo contra nós.

            Misericórdia é sinal de maturidade e uma grande estratégia contra Satanás, porque ela traz consigo o espírito de serviço e reconciliação, que rechaça contendas e discórdias. Misericórdia é manifestação do amor de Deus e, como o amor de Deus lança fora todo o medo, ser misericordioso é ser valente e corajoso, o que caracteriza um guerreiro de ponta. Maior valentia e coragem demonstra quem exerce a misericórdia e não quem exerce a vingança.

            No exercício da misericórdia nós amadurecemos e permitimos que a glória de Deus se manifeste, mas no exercício da vingança, o que se manifesta são as debilidades e fragilidades de uma alma doente e acorrentada pelas feridas e traumas não tratados. Nosso Deus é um Deus de reconciliação e quer que seus filhos e filhas operem do mesmo modo.

            Vingança é imaturidade, está ligada à visão espiritual fechada e nunca faz parte da vida da Igreja do Senhor. Nesse ano da Unidade e da Maturidade a palavra de ordem é misericórdia e reconciliação. Por causa da misericórdia que o Senhor encontrará no coração dos maduros, haverá conquista e reconciliação no casamento, na família, na célula etc.

            Faça uma retrospectiva de sua vida como cristão. Há algo que não se alinha com o perfil dos espiritualmente maduros? Caso haja, arrependa-se agora mesmo; peça perdão ao Senhor e levante-se como alguém comprometido em manifestar a glória de Deus na sua geração. Peça ao Senhor para abrir a sua visão espiritual e busque o foco de Deus para a sua vida e contexto. Abra-se para o mover libertador e curador do Espírito Santo em sua vida e receba os benefícios adquiridos na cruz do Calvário por meio de Cristo Jesus, o nosso Senhor. Decida se posicionar como alguém maduro, nos moldes de Elizeu e jamais de Geazi, e receba a unção, o poder e a autoridade para entrar nas novidades do Senhor a seu respeito, em nome de Jesus.

 

            No amor do Senhor da Unidade e da Maturidade.

 

                                               Aps Aurelio Jesus Santos e Susana M. B. Santos.

 

Todos os direitos reservados a Igreja Missionária Manancial

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • MANANCIAL
  • MANANCIAL

Desenvolvido por PLENA PRODUÇÕES